quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Ela


















Tenho falado, um tanto veladamente é verdade, aqui no blog, sobre ela. É uma forma de desabafo porque não tenho mesmo com quem falar. Se é que alguém o tem.
Me lembrei aqui de Dido e Ana no livro de Virgílio.
Há muitos anos que me isolei em mim mesmo, não permitindo que outros se aproximem. Vinha vivendo razoavelmente assim. Sem emoções fortes, mas dentro de um certo equilíbrio; não estava, digamos, com desassossegos. Não é que esteja sofrendo ou algo assim, mas estou correndo um certo perigo.
Eros me trespassa e agita...
Tudo ainda não passou de alguns olhares. E eu, como sempre, já teci um monte de conjecturas. O certo, diz uma voz tranquilamente no fundo de minha cuca, é ter paciência.
O que tiver que ser será.
Ou não?

Um comentário:

  1. Meu amigo se quiser podemos conversar sobre Ela. Me escreve um e-mail.

    ResponderExcluir

Provérbios gregos